• Leonardo Cruz

SURPRESA NA TERRA DA RAINHA


Foto: UFC Divulgação

No último sábado,16/03, Londres recebeu mais uma edição do UFC, as doze lutas do evento proporcionaram grandes emoções ao povo britânico que aguardavam com muita ansiedade o desafio entre Darren Till, maior nome do MMA inglês da atualidade contra o experiente lutador estadunidense Jorge Masvidal.



Foto: Marjorie Niele

Das seis lutas válidas pelo card preliminar, quatro foram decididas por decisão dos juízes. Em disputa pelo peso-mosca, a brasileira Priscila Pedrita perdeu para Molly McCann em uma batalha duríssima, a lutadora inglesa foi melhor durante os dois primeiros rounds, castigando a brasileira em vários momentos, mas no terceiro round, com um golpe fortíssimo, Pedrita provocou uma séria lesão no olho esquerdo de McCann, mas não foi suficiente para conseguir o knockout, no final, os árbitros deram a vitória para a inglesa que se recupera da derrota para Gillian Robertson em maio do ano passado.


Em uma luta rápida, o estadunidense Dan Ige venceu por finalização o escocês Danny Henry e conquistou seu terceiro triunfo consecutivo no UFC. Logo nos primeiros movimentos da luta, Ige derrubou o oponente com um cruzado, partiu para tentar o knockout mas foi com um mata-leão que Dynamite obrigou Henry a bater em desistência. Esta derrota interrompeu a boa sequência do lutador escocês que vinha de cinco vitórias consecutivas na carreira.


No único knockout do card preliminar, o britânico Mike Grundy venceu seu compatriota Nad Narimani no segundo round, em luta válida pela categoria peso-pena. O combate foi bem disputado desde o início, com Grundy tomando a iniciativa e aplicando mais golpes, Narimani por sua vez tentava responder mais sem muita contundência. O round inicial terminou com vitória clara de Mike Grundy que fazia sua estréia no maior torneio de MMA do mundo. No segundo round, a luta seguiu da mesma forma até que Narimani partiu para tentar decidir a luta e foi surpreendido com um potente contragolpe de Grundy levando seu rival ao chão, percebendo o grande momento, o estreante não deu chances a "Smiler" e terminou a luta com uma incrível sequência de golpes, obrigando o árbitro a interromper o combate.



Foto: Getty Images

Nas batalhas do card principal, duas lutas foram decididas por finalização, em disputa válida pelo peso meio-médio, o brasileiro Claudio Hannibal venceu Danny Roberts em uma luta polêmica. No terceiro round após Roberts castigar o brasileiro com duros golpes, Hannibal conseguiu encaixar uma chave de calcanhar, mas sem muita eficiência, partiu então para a chave de braço, o lutador britânico prestes a ser finalizado gritou e o árbitro encerrou a luta dando a vitória ao brasileiro. Revoltado com o resultado, Danny Roberts disse que o grito era por estar sentindo dor e que não bateu em desistência, de acordo com a regra, o árbitro pode terminar o combate se o lutador simplesmente gritar, não é necessário bater em desistência.


O inglês Nathaniel Wood conquistou sua oitava vitória consecutiva ao finalizar no segundo round com um mata-leão o mexicano José Alberto Quiñonez, em disputa pela categoria peso-galo. Durante os dois rounds, Wood demonstrou grande superioridade, quase conseguindo a finalização ainda no round inicial, mas o mexicano resistiu bravamente. Na segunda parte da luta, o inglês acertou um duro golpe no adversário que o deixou atordoado, Wood se aproveitou e conseguiu encaixar o mata-leão obrigando Quiñonez a bater em desistência.



Foto: UFC Divulgação

No evento mais aguardado da noite, o estadunidense Jorge Masvidal surpreendeu e venceu o favorito inglês Darren Till por knockout no segundo round. No round inicial, Till foi mais agressivo e perigoso, chegou a derrubar Masvidal nos primeiros movimentos do combate mas não teve a contundência necessária para conseguir o knockout. Mais experiente, o estadunidense tentava administrar a luta, mas sofria com o ímpeto do lutador britânico que quase terminou com o combate nos segundos finais com uma boa sequência de golpes que chegou a balançar "Gamebred", como é conhecido Masvidal.


Na volta para o segundo round, o lutador estadunidense se mostrou mais agressivo, partiu para cima de Till, equilibrando o duelo, após aplicar uma sequência de bons golpes, Masvidal acuou o inglês e disparou alguns cruzados derrubando o oponente, imediatamente o árbitro interrompeu a luta.


Jorge Masvidal volta a venceu no UFC depois de duas derrotas consecutivas e agora soma 33 vitórias na carreira. Após o combate, o lutador que irá completar 34 anos em novembro pediu para disputa o cinturão da categoria dos meio-médios contra o atual campeão, o nigeriano Kamaru Usman que venceu Tyron Woodley no UFC 235 no início deste mês.


Outros resultados do UFC Londres:


CARD PRINCIPAL:


Leon Edwards venceu Gunnar Nelson por decisão dividida;

Dominick Reyes venceu Volkan Oezdemir por decisão unânime;

Jack Marshman venceu John Phillips por decisão unânime.


CARD PRELIMINAR:


Arnold Allen venceu Jordan Rinaldi por decisão unânime;

Marc Diakiese venceu Joe Duffy por decisão unânime;

Saparbek Safarov venceu Nick Negumereanu por decisão unânime.