• Bruno Nunes

TEM VAGA CONFIRMADA NA NATAÇÃO


Felipe lima (esquerda) e Guilherme Costa (direita), comemoram a confirmação da vaga em Tóquio. FOTO: Reprodução.

A Seletiva Olímpica Brasileira de Natação, que está sendo realizada no Parque Aquático Maria Lenk, começa a revelar os classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio.



O sonho olímpico já é realidade para dois nadadores brasileiros que garantiram suas vagas no Troféu Brasil de natação, competição que vale como Seletiva Olímpica.


Guilherme Costa, atleta do Minas Tênis Clube, carimbou seu passaporte ao atingir o índice na prova dos 400 metros livres com o tempo de 3min45s85. Guilherme, mais conhecido como Cachorrão, fará sua estreia em olimpíadas.


O segundo classificado da seletiva foi o nadador Felipe Lima, que garantiu sua vaga nos 100m peito com o tempo de 59s43. Felipe também é atleta do Minas Tênis Clube e disputará sua segunda edição de Jogos Olímpicos.


No último dia 10 nos EUA, Bruno Fratus nadou os 50m livres abaixo do índice olímpico, garantindo a vaga brasileira em Tóquio, porém é preciso aguardar o fim da Seletiva Olímpica para sabermos quem fica com a vaga.


A natação do Brasil tenta retomar os bons resultados em jogos olímpicos após passar em branco na Rio 2016. A única medalha brasileira em esportes aquáticos foi conquistada pela Poliana Okimoto na maratona aquática, prova disputada em águas abertas. A decepcionante campanha nas piscinas deixou um gosto amargo na comissão brasileira, principalmente porque o Brasil vinha de bons resultados em olimpíadas. Em Pequim 2008 e Londres 2012 foram 4 medalhas conquistadas; 1 ouro e 2 bronzes com Cesar Cielo, e 1 prata com Thiago Pereira.


A natação é o quarto esporte que mais rendeu medalhas olímpicas ao Brasil, 13 no total. Sendo 1 ouro, 4 pratas e 8 bronzes.