• Guilherme Silva

The Joker, o pivô armador


Foto: Isaiah J. Downing

  No atual cenário da NBA, falam muito no pivô moderno, que não é mais aquele jogador que fica embaixo do garrafão para pegar o rebote e fazer o ponto dentro daquela área. Hoje, o basquete depende mais do que isso, e quando se fala desse novo estilo da posição, ninguém descreve melhor do que Nikola Jovic.


  O atleta do Denver Nuggets, que começou sua carreira em seu pais, a Sérvia, não chegou na NBA como uma grande promessa, foi escolhido apenas na segunda rodada do Draft sendo o 41° do pick. Hoje o sérvio, é um dos jogadores mais incríveis de se ver em quadra, podendo fazer arremessos de media e longa distância, o que já não é mais incomum, principalmente quando se trata de um jogador europeu, mas é um recurso muito bom para a posição.


  Aquilo que chama mais atenção em Jokic, são seus passes fora do normal, dando assistências espetaculares, dando ritmo ao jogo, deixando muito armador com inveja. Não é sempre que temos um pivô sendo o que dá mais assistências na equipe e um dos top 10 na NBA. Sem dúvidas, Nikola é um dos grandes nomes na NBA, e, com certeza, vai continuar assim durante alguns anos, porque ainda é jovem com apenas 23 anos. Os números da temporada do Joker são de 19.8 pontos, 10.3 rebotes e 7.7 assistências.


  Apesar de não aparecer como titular no time dos All Stars que foi anunciado a pouco tempo que conta com os capitães Lebron James e Giannis Antetokoumpo, muito provavelmente, ele fará parte do jogo festivo da NBA.