• Vinicius Rodrigues

TORCIDAS ORGANIZADAS DO SÃO PAULO PROTESTAM NOVAMENTE


Momento que o ônibus da delegação passava próximo aos torcedores. Foto: Newton Menezes


No último domingo (24), na partida contra o Red Bull Brasil no Morumbi, cerca de 200 torcedores das organizadas protestaram ao redor do estádio tricolor. A torcida chegou algumas horas antes da partida, e protagonizaram um protesto discreto com diversas cruzes pretas, faixas, uma delas tinha as seguintes palavras “time de bunda mole”, Leco e Raí foram os que mais sofreram com as críticas, e alguns dos principais jogadores da delegação também foram cobrados.


Foto: Divulgacao Internet


Os dias que antecederam o jogo a Torcida Independente já havia divulgado nas suas redes sociais que seria feito um protesto de forma fúnebre, para tentar demonstrar tamanha insatisfação com o atual momento do clube.


Na chegada do ônibus que transportava a delegação, as vozes aumentaram, fumaças pretas foram soltadas para que todos pudessem visualizar e escutar o que era entoado pelos torcedores, que não pouparam críticas à Diego Souza, Nenê, Reinaldo, Bruno Peres e pedindo a saída de Leco e Raí.


Torcedores espalharam cartazes pedindo a saída do presidente Leco. Foto: Divulgação Internet


Dentro do estádio os protestos continuaram, a princípio o intuito era que os poucos torcedores que entraram para ver o jogo, não apoiasse a equipe durante os 90 minutos, não comemorasse os gols e durante o intervalo, termino da partida os protestos fossem efetivos.


Durante alguns minutos da partida as organizadas se mantiveram sentados, e acompanharam o jogo em silêncio, uma forma diferente de protesto que muda totalmente o ambiente que os jogadores estão acostumados, que é quando a torcida joga ao seu favor.


Torcida protestando dentro do estádio Foto: Divulgação internet


O clima de tensão no Tricolor começou após a eliminação na pré-libertadores para o Talleres-Arg, após a partida os protestos começaram no portão principal do estádio, as músicas cantadas ganharam bastante repercussão nas redes sociais. Depois da derrota para o arquirrival Corinthians, a torcida voltou protestar no CT da Barra Funda, e durante a semana passada alguns membros das organizadas voltaram até o CT para ter uma reunião com comissão técnica e alguns jogadores.


O São Paulo está há 5 partidas sem vencer, e vive um momento de instabilidade não só na temporada mas em alguns anos, e parece que essa crise não tem fim. O time luta contra um jejum de títulos, diferente da década anterior, os técnicos não tem sequência no trabalho e os dirigentes não passam credibilidade para torcida, o clima de guerra está instalado, os únicos que podem corresponder de forma diferente são os próprios jogadores.


O clube anda se perdendo na soberba, desde Juvenal, passou pelo Aidar, e agora com Leco que não se acha. Um time que tem vivido apenas das “glórias do passado”, como diz seu hino.


São Paulo que em breve terá Cuca no comando é um bom nome, mas precisa colocar a cabeça dos jogadores no lugar, um time que precisa voltar à acertar o pé, o São Paulo precisa voltar ser temido como foi na era do Telê, Muricy. Mas para isso Raí precisa acertar a mão, o ego precisa ser deixado de lado, assim quem sabe 2019 seja um ano que o São Paulo deixe de ser lembrado apenas nas “paredes”.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud