• Vinicius Rodrigues

UM ANO DE TURBULÊNCIAS NO PALMEIRAS



Errar é humano, para o Palmeiras foi o Mano. Sim, Alexandre Matos. Você cometeu muitos erros durante os 5 anos de gestão no Alviverde. Apesar dos 3 títulos nacionais conquistados, para um investimento de meio bilhão é muito pouco.


O Palmeiras deste ano foi muito abaixo do que o torcedor espera, Verde que manteve a esperança viva muitas vezes do Bi da América, de voltar a vencer o Paulista, ou talvez ser tetra da Copa do Brasil, mas bateu na trave como o pênalti de Moisés. Até mesmo no Brasileiro que mesmo o Flamengo com méritos abrindo uma larga vantagem, outrora era o Palmeiras com essa situação, mas não soube manter a boa gordura.


Se ontem em público o presidente veio anunciar as quedas de Mano Menezes e Alexandre Matos, e deixou bem claro que, “muitos jogadores não sabem o que é ser Palmeiras”. O ano de foi, o treinador e o diretor também, mas o maior patrimônio do clube ficou que é o seu torcedor.


Este sabe como ninguém o que é ser Palmeiras, estava presente quando a equipe perdeu nos pênaltis para o São Paulo, como também esteve contra o Grêmio na Libertadores, torcedor que mais uma vez fez sua parte em um ano de inconstância dentro de campo e uma baderna fora dele.


Não é fácil uma torcida ver do seu clube uma nota oficial, que deixa isenta a participação do maior responsável pelo espetáculo, a nota publicada pelo Palmeiras no último sábado, se posicionando em relação a questão da torcida única, foi algo que envergonha qualquer apaixonado pelo futebol, mais uma derrota do Alviverde neste ano.


Palmeiras que não foi derrotado apenas dentro das quatro linhas, se perdeu principalmente na direção. Palmeiras que se perdeu na vaidade, no ego, Palmeiras que deixou de ser o que já foi um dia. Palmeiras que em 2019 pecou em muitos aspectos inclusive na falta de ambição.


Aquela velha história, quando algo começa errado, o final não poderia ser diferente.

Verdão que precisa começar do zero, por isso a limpa começou ser feita. Um ano para ser esquecido para o torcedor, na verdade esse nunca esquece, mas os 18 milhões de apaixonados esperam um clube diferente para o próximo ano. Ninguém sabe ao certo quais serão as escolhas tomadas pelos dirigentes, mas que desta vez coloquem o Palmeiras no eixo.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud