• Luís Santana

Um gênio, nunca perde sua genialidade


Foto: Jim Cowsert / AP


A recuperação do San Antonio Spurs nas últimas semanas chama bastante a atenção devido aos altos e baixos que a equipe tem passado nessa temporada. Mas Gregg Popovich nunca deve ser subestimado, pois todos sabemos o quão gênio ele é, e que sua genialidade sempre será um fator decisivo para recolocar seu time nos trilhos.

A atual temporada do San Antonio Spurs é sem dúvidas fora dos padrões que a franquia impôs desde o começo desse século. Apesar da season anterior ter sido abaixo do esperado devido à lesão do Kawhi Leonard, a mesma que o afastou de quase todos os jogos do time. Mas o time possui um gênio no banco, obviamente um técnico que terá seu nome eternizado no Hall da Fama. O mesmo conseguiu ajustar o time e tornar o LaMarcus Aldridge o principal jogador, recuperando o nível de jogo que ele apresentava em Portland.

Gregg levou seu time à pós-temporada mesmo com a lesão de seu principal jogador. Caiu ainda no 1° Round, é verdade, mas só pelo fato de ter chego até lá, já é um grande feito se levando em consideração o nível de disputa da conferência Oeste da liga. Seus torcedores estavam esperançosos devido a isso, era a matemática perfeita. Imagine, um ótimo sistema de jogo mais a volta de sua principal estrela, não tinha como dar errado. A não ser pela surpreendente pedida de troca, feita pelo próprio Kawhi.

A torcida viu aquele pedido de troca como um verdadeiro desastre, há quem chame até mesmo de “traição”. Não havia nenhuma especulação na mídia que se mostrasse vantajosa para o Spurs, até porque as principais estrelas da liga já tinham se decidido onde jogar. Até que o Toronto Raptors chegou a um acordo, cedendo um de seus all-stars, DeMar DeRozan. A troca enviou Danny Green e o Kawhi Leonard para o time do Canadá, e enviou DeMar DeRozan, Jakob Poeltl mais uma escolha de primeira rodada no draft de 2019 (protegida top 20).

Apesar da chegada de uma estrela, que inclusive não sentiu a menor dificuldade em se adaptar, chegou inclusive jogando a nível de MVP. Ainda existia uma desconfiança, principalmente pelo começo instável do time na temporada que chegou a amargar as últimas posições de sua conferência. Porém, como se fosse mágica o time que estava desacreditado começou a praticar um excelente basquetebol. Um trio surgiu para liderar e fazer o time embalar de vez, DeRozan, LaMarcus e Rudy Gay. Considerando as últimas 12 partidas, o time tem um record de 9-3, dentre essas 9 vitórias, há equipes que brigam diretamente por playoffs, como o Lakers de LeBron, Jazz, Clippers e até mesmo o líder atual do Oeste, Denver Nuggets.

Após duas décadas chegando aos playoffs de maneira consecutiva, o Spurs poderia tranquilamente quebrar essa sequência nessa temporada, que antes mesmo de começar já parecia um tanto conturbada. Mas Gregg Popovich parece sempre ter uma carta na manga para não deixar essa enorme sequência acabar. Não é à toa que levou esse time para seis finais e conquistou cinco títulos, sendo quatro somente nesse século. Indiscutivelmente a franquia mais vencedora do século até aqui. Apesar dessa grande retomada na temporada, o Gregg é aquele técnico que não deixa nenhum time parecer ruim. Aquele profissional tão bom, que você só espera o melhor, e não se surpreende tanto assim com seus feitos, pois de um gênio, só podemos esperar sua grandiosa genialidade.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud