• Igor Pereira

VENCER OU VENCER


Divulgação: CONMEBOL

De ressaca após vencer o campeonato gaúcho, o Grêmio vira a chave e só pensa no jogo decisivo para ele na Libertadores, na terça-feira (23), contra o Libertad-PAR, às 19h15, fora de casa.


No Gauchão o tricolor ergueu a taça após empate em 0 a 0 no primeiro confronto com o arquirrival Internacional. No jogo de volta, novo empate, e o tricolor gaúcho venceu nos pênaltis com excelente atuação do goleiro Paulo Vitor, que defendeu 3 cobranças e foi o responsável pelo Bi-Campeonato conquistado pelo imortal.


Na competição continental, a realidade do tricolor é totalmente diferente. O time não fez atuações tão consistentes durante a fase de grupo e venceu sua primeira partida na última rodada, no jogo contra o Rosário Central-ARG. Com a vitoria, o time comandado por Renato Gaúcho respirou no grupo e só depende dele mesmo para conseguir a vaga para a próxima fase.


Terceiro colocado no grupo (H) o Imortal espera somar mais 3 pontos jogando fora de casa e chegar a 7, levando assim a partida decisiva para a última rodada onde vai disputar a segunda colocação com a Universidad Católica-CHI, que atualmente tem 2 pontos a mais que o Grêmio.


O torcedor espera que o time jogue na terça-feira do mesmo modo que jogou contra o Rosário, com vontade, raça e brigando por todas as jogadas, pois essa é a característica do Tricolor gaúcho.


Vamos ver como o time que vem passando por tantos momentos de glórias nos últimos anos reage com estas adversidades na taça continental.