• Leonardo Mendes

VERDE É A COR DO SUCESSO

O Palmeiras vence o Grêmio e conquista o seu quarto título da Copa do Brasil, chegando a Tríplice Coroa na temporada 2020.


Palmeiras erguendo a taça de campeão da Copa do Brasil 2020 - foto: Marcos Ribolli


Se tiver como resumir uma temporada dos sonhos, com certeza a do Palmeiras de 2020 será uma das mais citadas. O time alviverde conquistou quase tudo que disputou - ou pelo menos jogou todos os jogos que eram possíveis na temporada -, só parou no Mundial, aonde o Tigres deu um golpe para acabar com o sonho de conquistar o mundo. Mas mesmo com a queda precoce na competição, o Palmeiras voltou ao Brasil e venceu sua quarta Copa do Brasil.


Mas não pense você que foi fácil chegar ao pódio, não digo nem em relação a esta temporada em específico, mas sim sobre todo o projeto e todo o trabalho feito fio a fio, que começou quando o Palmeiras se livrou do rebaixamento em 2014. Dai em diante, todo sofrimento que os torcedores passaram se transformou em glória, alegria e muitos títulos.


Agora vamos do começo dessa temporada. Elenco bom, bons investimentos, uma redução em jogadores pouco aproveitados, e por fim, uma ótima safra de garotos da base. Com essas ideais, o Palmeiras já tinha tudo para fazer um baita ano, mas fez uma escolha errada. Escolheram o consagrado Luxemburgo, mas, como já está nítido, Luxa já não era mais o de antes, e com isso, não fez o Palmeiras jogar nem a metade do que se era esperado. Até ganhou o Paulistão, ok, mas ainda faltava muito para ser o verdão que todo mundo esperava.


Com uma serie de resultados negativos, a diretoria alviverde resolveu demitir Luxemburgo após uma derrota por 3 a 1 para o Coritiba. Deste momento em diante, a temporada palmeirense começou a mudar. Iniciou com "cebolismo", jogando com mais intensidade e sendo um time que se impõe mais, fazendo gols e pressionando o adversário.


O cebolismo não durou muito, até que chegou Abel Ferreira. Técnico Português novo, estava no Paok, da Grécia. Uma aposta, em um cara novo, com ótimas ideias e conceitos de um futebol ofensivo. E a aposta deu muito certo! A cada jogo que passava, O Palmeiras foi se encontrando e jogando um bom futebol - tanto que saiu de descartado para título do Brasileirão, para um dos candidatos a conquista -, inclusive na Libertadores e Copa do Brasil.


Mas tinha muitos comentários falando que o Palmeiras só tinha pegado somente time fácil, dentre outros comentários. Até que enfrentou o River Plate em uma semi-final, e na partida de ida, na argentina, fez um fenomenal 3 a 0. Nem o mais otimista torcedor imaginaria tal cenário. Na volta, para não faltar emoção típica de Libertadores, o River venceu por 2 a 0 en pleno Allianz. Mas quando a sorte de campeão aparece, não tem quem tire. O VAR anulou, corretamente, dois gols dos argentinos, que faltou matar o arbitro.


A final entre Santos e Palmeiras deixou a desejar, a parte técnica foi prejudicada pela ansiedade e nervosismo de uma final de tal proporção. Mas falta qualidade, sobra emoção! Nos acréscimos, o iluminado Breno Lopes fez de cabeça o gol que tirou muita voz de muito torcedor.


Após tirar a fila de 22 anos sem conquistar a americana, o Palmeiras ia Catar em busca do tão sonhado mundial. Mas o Tigres foi um amigo da onça e tirou o doce da boa do verdão, que saiu da competição como quarto colocado, e pior brasileiro em toda historia dos Mundiais.


A volta para o Brasil foi triste, pois chegar tão perto do sonho e não conquista-lo é sempre muito difícil, mas uma parte da torcida sabia que não estava tudo perdido. Primeiro pela bela temporada, e segundo que ainda tinha a Copa do Brasil, para fechar com chave direito o ano. E foi assim que o Palmeiras fez. Venceu, foi superior, foi merecedor e conquistou seu 4º título da competição.


Esse ano foi marcante para todo palmeirense, e creio que o mais gratificante foi ver tanto garoto da base ganhando espaço e sendo protagonista. Um exemplo de tal protagonismo, é só ver os autores dos gols da partida de volta da final contra o Grêmio, Wesley e Gabriel Menino, dois garotos da academia marcando historia. A temporada 2021 está começando agora, mas já da para ver que teremos um Palmeiras mais forte, se não, um dos mais fortes de sua historia.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud