• Leonardo Mendes

VEXAME JÁ VIROU ROTINA

Tricolor foi derrotado pelo já rebaixado Botafogo e desperdiçou a chance de garantir a sua vaga na fase de grupos da Libertadores.



Reinaldo durante o jogo contra o botafogo - foto / reprodução: André Durão


O São Paulo visitou na noite da última segunda (22) o Botafogo, no Engenhão, e para a grande maioria das pessoas o cenário era óbvio. O tricolor conseguiria uma vitoria, nem que fosse simples, em cima do Fogão que, além de rebaixado, estava com inúmeros desfalques. Mas o que vimos foi um show de horrores do time paulista.


O jogo se iniciou, mas já era perceptivo que os mandantes queriam mais a vitória do que o São Paulo. Chega a ser cómico um time já rebaixado querer mais a vitória que o outro que precisa dela, mas nunca subestime a capacidade de decepcionar do tricolor. Conforme a partida foi ocorrendo, as chances dos cariocas foram surgindo e a chance de mais um vexame ocorrer era questão de minutos. Até que em um lance crucial para o desfecho da partida ocorreu. Aos 29 minutos, Reinaldo puxou Warley, que ia em velocidade para ficar cara a cara com Volpi, e por ser um lance claro de gol, o lateral esquerdo foi expulso.


Se com onze atletas já estava complicado, imagina com um a menos. E não deu outra, Volpi ainda fez ao menos cinco defesas decisivas, certamente o melhor em campo do tricolor. Mas já diria o ditado: Aguá mole, pedra dura, tanto bate até que fura. Aos 12 do segundo tempo, Babi subiu, com uma tranquilidade absurda, e colocou no fundo das redes. Com a desvantagem no placar, Vizolli colocou Hernanes e Galeano, mas as mudanças não surtiram muito efeito. Aos 35 minutos da segunda etapa, após muita correria (sem objetivo) do São Paulo, Galeano cai na área e o arbitro marcou a penalidade. Porém, quando a maré não está para peixe, nada da certo. Luciano, destaque do tricolor, desperdiçou a chance de empatar a partida.


A derrota é sempre complicado, ainda mas juntando as circunstâncias, perder para o pior time do campeonato, (que até então só tinha vencido 4 partidas em 36 rodadas), jogar fora a chance de ir direto para a fase de grupos da Libertadores, e além de tudo, jogar de uma forma apática, sem alma e com total preguiça, que deixaram este resultado ainda mais humilhante. Este resultado escancará a falta de vergonha de alguns atletas que vestem a camisa de um dos maiores clubes do Brasil.


O São Paulo volta a entrar em campo contra o Flamengo, na próxima quinta (25). Este jogo terá um tempero ainda mais especial. Rogério Ceni, ídolo tricolor, pode ser campeão no estádio do clube que lhe deu tudo na vida. Vamos ver a última pagina desta temporada, que pode acabar mais melancólica do que qualquer outra já escrita.