• Leonardo Cruz

VITÓRIA PARA A HISTÓRIA


Foto: UFC Divulgação

A edição do UFC 238 realizada no último sábado, 08/06, em Chicago, nos Estados Unidos, promoveu treze lutas que empolgaram o público presente no United Center. Todavia, o principal combate do evento quase não aconteceu, devido a uma lesão sofrida por Henry Cejudo, adversário do brasileiro Marlon Moraes, na fase final de preparação.


Nas lutas válidas pelo card preliminar, destaque para a vitória de Eddie Wineland que lutando pela categoria peso-galo, venceu Grigory Popov por knockout no segundo round e voltou a conquistar um triunfo no Ultimate que não acontecia desde 2016.



Foto: UFC Divulgação

O estadunidense Wineland se impôs desde os primeiros instantes do round inicial, tendo boa movimentação e aplicando golpes contundentes, não deu chances para que o russo aplicasse seu jogo. Na volta para o segundo round, Popov voltou melhor e levou muito perigo a Wineland que com muita habilidade, conseguiu se recuperar e após aplicar uma sequência de golpes no russo, acertou um forte soco que derrubou Popov. O estadunidense partiu para cima do russo no chão e só parou de castigá-lo com a interrupção do árbitro.


Com a vitória, Eddie Wineland conquistou sua vigésima quarta vitória na carreira e se recuperou de duas derrotas consecutivas no UFC. Já o russo Grigory Popov interrompeu a incrível sequência de nove vitórias consecutivas e agora acrescentou o segundo revés em seu cartel.


No outro knockout do card preliminar, o estadunidense Calvin Kattar não deu chances para seu compatriota Ricardo Lamas e atropelou o adversário ainda no primeiro round. A luta que foi válida pela categoria peso-pena começou muito equilibrada, mas aos poucos, Kattar passou a controlar o centro do octógono e após acertar dois socos brutais, derrubou Lamas, não dando chances de reação ao oponente.


Com a vitória, Kattar emplacou o segundo triunfo consecutivo no UFC e a vigésima vitória na carreira profissional, já Ricardo Lamas, que vive momentos de instabilidade na organização, sofreu sua quinta derrota nas últimas dez disputadas.



Foto: UFC Divulgação

Na luta co-evento principal do UFC 238, a campeão da categoria peso-mosca Valentina Shevchenko venceu Jessica Eye por knockout no segundo round em sua primeira defesa de cinturão.


Mesmo tendo o Muay Thai como sua especialidade, a campeã modificou seu estilo nos cinco minutos iniciais e optou pela luta no chão, dominando completamente a adversária, acertando Eye com golpes curtos e não permitindo qualquer possibilidade de reação da lutadora estadunidense. Na volta para o segundo round, Shevchenko acertou um potente chute na cabeça da oponente que caiu inconsciente e sem qualquer poder de reação.


Shevchenko que manteve o cinturão da categoria peso-mosca agora soma dezessete vitórias na carreira e não perde há quase dois anos. Já a estadunidense Jessica Eye quebrou uma sequência de três vitórias consecutivas e agora tem sete derrotas na carreira profissional.



Foto: Getty Images

No evento principal da noite, Henry Cejudo, campeão da categoria peso-mosca, venceu o brasileiro Marlon Moraes por knockout no terceiro round e ainda faturou o cinturão da categoria peso-galo que estava vago. Com esta conquista, Cejudo entrou para o seleto grupo de lutadores do UFC que conta com Daniel Cormier, Conor McGregor e Amanda Nunes, a serem campeões de duas categorias simultaneamente.


Toda esta glória de Cejudo quase não foi possível de se concretizar, já que o estadunidense sofreu uma lesão no tornozelo nos últimos dias de preparação para o evento, mas a obsessão por entrar para a história foi maior do que a dor que o lutador sentiu nesses dias de pré-evento e durante o combate.


O primeiro round começou com muito equilíbrio, enquanto Cejudo tentava conectar socos no brasileiro, Moraes utilizava os chutes baixos para desestabilizar o campeão. Buscando ser mais incisivo na luta, nos minutos finais o estadunidense tentou levar o combate para o chão, mas esta investida foi bem defendida por Marlon Moraes.


Na volta para o segundo round, Marlon Moraes manteve a tática de apostar nos chutes baixos, já Cejudo, mudou a postura, com maior movimentação e trocando diversas vezes a base, começou a confundir o brasileiro, com isso, o jogo do estadunidense evoluiu durante a luta, levando muita vantagem no combate.


Henry Cejudo voltou para terceiro round disposto a terminar o combate com rapidez, pressionando o brasileiro contra a grade, não permitindo a reação de Moraes que já demonstrava certo cansaço. O estadunidense ainda tentou aplicar um triângulo de mãos que foi bem defendido pelo oponente. Já nos minutos finais do round, Cejudo começou a castigar o brasileiro com diversas cotoveladas, percebendo a falta de reação de Moraes, o árbitro imediatamente interrompeu a luta dando a vitória a Henry Cejudo.


Com este triunfo, o estadunidense Henry Cejudo que tem quinze vitórias na carreira profissional, agora acumula os títulos das categorias peso-mosca e peso-galo. Já o brasileiro Marlon Moraes interrompeu uma sequência de quatro vitórias consecutivas e agora tem seis derrotas em seu cartel.


OUTROS RESULTADOS DO UFC 238:


CARD PRINCIPAL:

Tony Ferguson venceu Donald Cerrone por knockout no 2º round;

Petr Yan venceu Jimmie Rivera por decisão unânime;

Blagoy Ivanov venceu Tai Tuivasa por decisão unânime.


CARD PRELIMINAR:

Tatiana Suarez venceu Nina Ansaroff por decisão unânime;

Aljamain Sterling venceu Pedro Munhoz por decisão unânime;

Alexa Grasso venceu Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime;

Yan Xiaonan venceu Angela Hill por decisão unânime;

Darren Stewart venceu Bevon Lewis por decisão unânime;

Katlyn Chookagian venceu Joanne Calderwood por decisão unânime.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud