• Leonardo Cruz

VITÓRIA PARA LAVAR A ALMA


Foto: UFC Divulgação

No último sábado, 23/03, tivemos a realização do UFC Nashville, das 12 lutas em disputa, a mais aguardada era entre os compatriotas Stephen Thompson e Anthony Pettis, ex-campeão da categoria peso-leve, que fez sua estréia na divisão dos meio-médios.


Nas disputas do card preliminar, apenas duas lutas não foram decididas pelos juízes. O equatoriano Marlon Vera venceu ainda no primeiro round o estadunidense Frankie Saenz por knockout, em combate válido pelo peso-galo. A luta começou em alta intensidade, com os dois lutadores partindo para ataque e utilizando boas variações de golpes, Vera se aproveitou melhor da trocação e acertou um forte Jab, derrubando Saenz que caído, sobreviveu a sequência de golpes aplicada pelo equatoriano até a interrupção do juiz. Com esta vitória, Marlon Vera conquistou seu décimo terceiro triunfo na carreira, enquanto Frankie Saenz acrescentou a sexta derrota em seu cartel.


Outro combate que terminou com muita rapidez, foi a disputa entre Randa Markos e Angela Hill, que lutaram pela categoria peso-palha. A canadense não teve dificuldades para levar a luta para o chão e se aproveitou do seu ótimo Jiu-Jitsu para dominar Hill e aplicar uma chave de braço, obrigando a estadunidense a bater em desistência. Randa que vive momentos de instabilidade no UFC, intercalando vitórias e derrotas, conquistou sua nona vitória na carreira.


No card principal, apenas dois combates também não foram decididos pelos juízes. Logo na primeira luta, Maycee Barber não deu chances a JJ Aldrich e venceu por knockout no segundo round. Levando clara desvantagem no round inicial, Barber resistiu bravamente as boas sequências aplicadas por Aldrich, na volta para a segunda parte da luta, “The Future”, como é conhecida Maycee Barber, partiu para decidir a disputa e com uma boa combinação de golpes, deixou Aldrich sem qualquer poder de reação, obrigando o juiz a interferir e encerrar a luta. Barber segue invicta no MMA, agora com 7 vitórias, já a sua compatriota JJ Aldrich, sofre um revés após 3 vitórias consecutivas.



Foto: UFC Divulgação

No evento principal da noite, Anthony Pettis reverteu a desvantagem que estava levando durante o combate e venceu Stephen Thompson com um golpe surpreendente. A luta começou equilibrada, com os dois lutadores buscando variar bastante os golpes, com o passar do primeiro round, Thompson começou a utilizar sua maior envergadura e levar ligeira vantagem no combate, causando certo desconforto a Pettis.


No retorno para o segundo round, o ritmo da luta permaneceu o mesmo até que após sofrer um chute na região abdominal, “Showtime” como é conhecido Anthony Pettis, pegou impulso na grade e deu um fortíssimo soco de direita em Thompson que caiu imediatamente, Pettis ainda caiu por cima castigando o adversário, mas o juiz interrompeu a luta dando a vigésima segunda vitória na carreira de Anthony Pettis que desde o UFC 185, realizado em 2015 quando perdeu o cinturão da categoria peso-leve para Rafael dos Anjos, vive grande inconstância na carreira profissional, alternando vitórias e derrotas no MMA.


Outros resultados do UFC Nashville:


Card Preliminar:

Bryce Mitchell venceu Bobby Moffett por decisão unânime;

Jennifer Maia venceu Alexis Davis por decisão unânime;

Chris Gutierrez venceu Ryan MacDonald por decisão unânime;

Jordan Espinosa venceu Eric Shelton por decisão unânime.


Card Principal:

Curtis Blaydes venceu Justin Willis por decisão unânime;

John Makdessi venceu Jesus Pinedo por decisão unânime;

Jussier Formiga venceu Deiveson Figueiredo por decisão unânime;

Luis Peña venceu Steven Peterson por decisão unânime.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud